• Título


    Tudo que aconteceu em nossas visitas dominicais











  • Título


    Um dedo de prosa sobre nossa história











  • Título


    Galeria dos Doutores mais bonitos do Brasil











  • Título


    Divulgação, contato e apoio







quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Visita do dia 08.01.2017


             E depois de mais uma semana de muita espera, os "hóspentes" (mistura de hóspedes com pacientes) tiveram a honra e o prazer em nos receber no IC-DF. Foi muito emocionante. Era grito pra tudo quanto é lado. FOOOORRAAAAAAA, DE NOVO NÃOOOOO, SE ESCONDEEEEE QUE LÁ VEM EEELLEEESSS.....brincadeirinha, rsrs... Se tem um lugar que somos verdadeiramente bem recebidos é no IC-DF. Mais uma vez foi uma tarde de muitas rizadas, histórias e estórias que passo a relatar nesse momento.

            Iniciando, como sempre...na UTI Infantil. Por lá tudo tranquilo sem nenhuma reclamação. O leite das crianças estava quentinho e gostoso (relato da criança de alguns meses de idade).

            Na enfermaria me deparei com a Sra Maria onde de cara disse que adorava rapadura. Eu é claro disse de imediato:- Mas quem não gostaria de tanta gostosura!!! Dra Groselha que me acompanhava já me repreendeu como sempre. Não sabe disfarçar o ciúmes, rsrsrs

            Dona CUSTÓDIA ao nos receber, estava embrulhada no cobertor. Também, com o frio de 37°C que estava fazendo la fora, até eu né. Não pude deixar de perguntar se o nome dela tinha alguma relação com a palavra "CUSTOSA". Ela logo me respondeu: - Custosa é sua vó!!! Eu disse, negativo, minha vó era Frida!!! Depos desse "quebra gelo" conversamos por mais umas 3 horas e tudo ocorreu bem.

            Como sempre, encontramos mais uma admiradora de Pequi...isso mesmo...aquela frutinha de cheiro peculiar que não sai da nossa boca (uns 17 dias) após sua ingestão. (falei bonito agora). Me refiro a dona Zilda. Pensa numa pessoa gente fina. Expliquei que não tenho nada contra Pequi, mas prefiro um PUDIM de leite condensado.

            Na suite seguinte, tentamos fazer aquela piadinha sem graça do: - Você é "Di anápolis"? Você é "Di abético"???? E o Sr VALDIVINO nem esperou e nos respondeu:- SIM, sou de 'DI Anápolis', como vocês sabem???? Daí tive que admitir que possuimos poderes especias que tava mais pra "defeitos especiais".

            Ja na suite ao lado, dona ANALUCE (está certo, não é Analucia)  estava acompanhada pela sua filha. Perguntei então quem era a moça. Ela disse que era a filha. Foi então que disse que achava que a filha dela era a mãe dela, e não ela a mãe da filha dela. Parece ser meio confuso mesmo mas que a mãe gostou, haaa sim. Já a filha??

            E a polêmica da tarde aconteceu no quarto do Sr LUIZ GONZAGA. Os Drs Gravatinha e Pisca Pisca, pensando em agradar, cantaram "Asa Branca". Logo após o término, perguntaram. : - Daí seu Luiz, gostou da nossa interpretação da sua música??? O mesmo respondeu que não conhecia a música. Isso que eu chamo de cartar DESAFINADO.

            E finalizando, conhecemos a dona RITA que estava na sessão de "Traçarologia", presumimos nós, pois a cabeça dela estava cheio de trançinhas coloridas. Muito linda mesmo.

            Em foi assim mais um Domingo.       Agradecemos a paciência dos 80 "hóspentes" (UTI-Infantil – 10 / UCO – 9 / UTI Cirurgica – 10 / Enfermaria – 51) e a atuação dos Doutores de plantão (Bebella, Groselha, Maravilha, Rapunzel, Pisca Pisca, Gravatinha, Flor, Pierre, e esse que vos escreve, Rapadura).

Buenas.