• Título

    Tudo que aconteceu em nossas visitas dominicais

  • Título

    Um dedo de prosa sobre nossa história

  • Título

    Galeria dos Doutores mais bonitos do Brasil

  • Título

    Divulgação, contato e apoio

domingo, 31 de dezembro de 2017

Visita do dia 31.12.17


Um salve a todos aqueles que acompanham os Andarilhos do Riso nas suas incríveis jornadas dominicais! Hoje, no último dia do ano, a visita foi repleta de muita alegria e emoção!!!

Iniciamos a nossa aventura às 15 horas, após uma oração feita pelo Dr. Berinjela.

No dia de hoje visitamos o Sr. Jorge Washington, produtor musical, que após assistir um belo show feito por nós, prometeu gravar um CD dos Andarilhos do Riso. Também visitamos o Sr. Francisco que disse ter prevido os números da mega-sena da virada e disse que tinha certeza de que iria ganhar. É claro que ele também prometeu doar metade do prêmio para os Andarilhos do Riso. Estaremos esperando, hein!?! Também estava por lá a Srª Juliana que estava toda arrumada, pulando de felicidade, pois iria passar o réveillon em casa, curtindo a bela vista da queima de fogos. Encontramos por lá também a nossa querida amiguinha Ana Clara que fez várias mágicas com o Dr. Vaga-lume, inclusive fazendo aparecer várias balas e pirulitos, utilizando a sua poderosa varinha mágica. Depois ensine o segredo para os Andarilhos do Riso, certo Ana Clara?!


Por fim, terminamos nossa magnifica jornada às 17 horas, cheios de disposição e prontos para outra.

Estiveram presentes a Doutora Fofuxa e os Doutores Vaga-lume, Juquinha e eu quem vos escreve/digita, Dr. Berinjela.

Muito obrigado a todos que nos acompanharam nesse ano maravilhoso. Nós dos Andarilhos do Riso desejamos a todos uma virada de ano excepcional, repleta de muito amor, paz e harmonia!

                                                        FELIZ ANO NOVO!!!!!


Um abraço a todos e que a alegria esteja com vocês!
Nos vemos na próxima!

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Visita do dia 24.12.2017


“Então é natal...” foi com esse ícone natalino que os palhaços mais bonitos do Brasil começaram a visita nesse lindo domingo, ta bom, não estávamos tão bonitos assim de cara limpa, mas deu pro gasto. Papai Noel estava muito ocupado neste ano e nos deixou uma missão, e lá fomos nós com um sorriso no rosto, alegria de sobra e um gorro de papai noel.

Pegamos o trenó do bom velhinho, que mais parecia um foguete, entregamos bem rapidinho as lembrancinhas dos nossos queridos (im)pacientes, foram garrafinhas palhaços(com nariz e tudo), origamis para pendurar na árvore ou onde lhe der vontade rsrs e brinquedos para os pequenos. 
Porém, uma coisa aconteceu, a enfermaria estava tão quietinha que estranhamos, cadê a criançada? Pois é, teve um saidão de natal das crianças, não tinha nenhuma. Foram todas passar o natal em casa, que coisa maravilhosa né?!

Nesta visita abençoada estavam os Doutores: Vagalume, Berinjela, Gravatinha e Tchan. E as Doutoras: Rapunzel, Fofuxa, Marcha Lenta e euzinha Jurema.
Tivemos também 9 queridos na UTI Cirurgica;
7 lindezas na UTI Coronariana;
10 pequeninos na UTI Pediátrica; 
47 maravilhosos na Enfermaria.





Então é isso galera, que a luz desse Natal ilumine o coração de todos. 
Beijos da Dra. Jurema!


segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Visita do dia 17/12/17




Éramos cinco lindos doutores,
Com duas duplas perfeitas,
Vagavilha e Siritchan,
Fizeram as brincadeiras.


O Berinjela foi sozinho,
Com seu violão atender,
Malvado esse menino,
Na Gula-gula queria bater.

O Tchan resolveu seus problemas,
E agora vai pagar as contas,
Pegou orientação com dona Veronica,
Vai arrumar um marido que tem grana.

Vagavilha atenderam também,
Seu Geraldo, homem muito rico,
Que disse para a dupla de doutores,
Vou pagar com um sorriso.

O Tchan foi muito disputado,
Pelas enfermeiras do hospital,
Na verdade o que elas queriam,
Era aplicar uma injeção pra ele ficar legal.

Tinha até aniversariante,
O Jhoe, nosso querido amigo,
Com uma festa contagiante,
Docinhos, bombons e pirulito.

Com homem rico de Pirapora,
A Siriguela vai se casar,
Aposentado e cheio da grana,
Perto do cemitério terá que morar.

Senhor Bigode, estava contente,
Vai para sua casa em Aparecida,
Com coração curado totalmente,
E pronto para aproveitar a vida.

Neste domingo de muita euforia,
Atendemos 8 crianças na Pediatria,
Atendemos também, com muita simpatia,
58 pacientes na enfermaria.

Na UTI Coronariana,
Sempre com muita alegria,
Atendemos 10 pacientes,
Todos cheios de energia.

Na UTI Cirúrgica tinham 10 pacientes,
Com muita simpatia e determinação,
Atendemos os amigos, que ficaram contentes,
Com nossas brincadeiras e animação. 

E assim foi nosso domingo... 



Forte abraço, com luz de Nariz para todos.
VAGALUME.

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Visita do dia 10.12.2017

"Um dia encontrei um passarinho que me disse assim.... não fique triste não!
Depois da tempestade vem um dia claro de verão, pra que chorar então?!?!...""

 Embalados por esta linda, e antiga, canção da eterna rainha dos baixinhos (Xuxa), partimos para mais uma tarde de atendimentos aos mais risonhos pacientes do Brasil, quiçá do mundo!

Nesse plantão arrancamos gargalhadas de 82 pessoinhas, sendo 10 da UTI Pediátrica, 11 da UTI Coronariana, 09 da UTI Cirúrgica e 52 na enfermaria.

Primeiramente vai uma denúncia, não encontramos os nossos nomes no amigo oculto, mas acho que nenhum (a) médico (a) vai achar ruim por termos retirado alguns presentes para nós...
Dando continuidade as andanças, nos deparamos com a jovem Dona Juliana, que com seus 80 aninhos estava muito, mas muuuuito feliz e beijoqueira. Acreditam que ela estava querendo abraçar e beijar a todos? Muito amor meu povo!

Aproveito o momento para prestar um serviço de muita relevância....

Estamos à procura da Doutora que apostou com o Sr. Francisco 6 (seis) pirulitos no jogo do Flamengo!!!
Como pode hein doutora, tem que pagar os pirulitos pro Sr. Francisco!

Ainda sobre o Francisco, ele afirmou que irá desmascarar o Dr. Vagalume (de acordo com ele as mágicas do Vaga são todas enrolation...)




Ah, já ia me esquecendo, mas uma colega nossa está prestes a desencalhar..... Dona Eleuza vai mostrar a foto da Doutora Fofuxa aos 3 filhos solteiros, um deve se interessar 💕💕💟💟💟💟💟💟
Participaram desta tarde feliz de atendimentos as Doutoras Fofuxa, Risadinha, Jurema, Macha-Lenta e os Doutores Juquinha e Gravatinha.

Abraços e esparadrapos,

Dr. Gravatinha

domingo, 3 de dezembro de 2017

Visita do dia 03/12/2017


E no esquenta para o clima de Natal, é meus amigos, isso mesmo, já chegou o Natal, os Andarilhos do Riso se reuniram para mais um animadíssimo domingo. Os corredores do IC-DF era 100% Natalino.
E o clima era contagiante mesmo, já na recepção cantamos Parabéns animado para nossa colega Izabel, que estava toda serelepe esperando os Andarilhos para um parabéns ao som do Dr. Berinjela.
E para começar, de cara, encontramos o Sr. João, que se encantou com as Dras. Fofuxa e Siriguela, chegando a falar que as duas eram lindonas... E olha que a esposa do Sr. João que escutou tudinho e ainda concordou disse que ele estava todo "borocoxô" e nós conseguimos alegra-lo bastante.... E com esse elogio logo de cara a tarde já estava garantida.
Mais a frente encontramos o Sr, Geraldo que foi trocar as baterias e olha que para garantir a dele, a bateria estava pendurada no lado da sua cama, Sr. Geraldo foi logo dizendo.... essa aí é minha e ninguém pega...kkkkk
E como o domingão tava com ar especial, o Sr. Aurélio teve atendimento todo especial, com Dr. Vagalume, Sorriso, Pisca-Pisca e Rose Marie, olha que Sr. Aurélio adorou e ainda lembrou do Dr. Vagalume que lhe atendeu domingo passado... oh memória boa, heim Sr. Aurélio...
Já a Princesa Karla (tá errado não, é com com "k" mesmo), com sua cabeleira de dar inveja  estava fazendo "mesário" isso mesmo, estava completando 1 mês e ganhou parabéns especial dos Andarilhos.
E hoje não teve jeito, a Siriguela teve que pagar a aposta que fez quinze dias atrás com o Flamenguista roxo. Coitada da Siri que apostou que o flamengo ia perder do corinthians e lascou-se, o flamengo ganhou de 2 x 1, e ainda ganhou no meio da semana na sul americana.... Resultado: Siri teve pagar 3 pirulitos para o Flamenguista. E ainda aceitou o novo desafio, vixi... coitada... acho que vai perder de novo...Lá se vão mais três pirulitos...kkkk
E o Dr. Berinjela hoje foi desmascaro pelo flamenguista, que descobriu todas as suas mágicas!!! kkkkk

Ainda tem a enquete do novo look do IC, se sapatilha ou salto alto... vejam só as opções!!!kkk

Já a D.Maria, com seus belos olhos verdes, nos contou que sua casa que inspirou a serie "a casa das 7 mulheres", isso mesmo ela tem sete filhas, todas mulheres, e que desde a terceira filha que tentava um menininho e só dava mulher, aí na sétima ela desistiu.... Agora é esperar os netos...!!!kkkk...Vai dar certo D. Maria!!!!

E como o domingo estava prá de especial, encontramos nada mais nada menos que o Mister Ben, isso mesmo ele estava acompanhando seu irmão, que nos contou que já foi confundido várias vezes com a celebridade... olha que é igualzinho viu!!!!


E para finalizar a bela visita, teve show especial no corredor do IC, com toda a palhaçada, ops, todos os doutores palhaços e a criançada, além de alguns intrusos adultos, show de mágica e música.
E foi isso, estiveram presentes nessa visita maravilhosa os Drs. Vagalume, Berinjela, Pisca-Pisca e as Dras Fofuxa, Rose Marie, Sorriso, Maravilha e Siriguela.

Uti Cirúrgica: 10
Uti Coronariana: 8
Uti Infantil: 10
Enfermaria: 57
Totalizando 85

Beijos
Dra. Siriguela


terça-feira, 28 de novembro de 2017

Visita do dia 26.11.2017.

Olá senhoras, senhores, mocinhas, rapazes e todo mundo mais que vem aqui conferir o domingo mais feliz desse Brasil com os doutores-palhaços-bestas mais animados não só do Brasil, mas também de todo o sistema solar, quiçá de outros (eu só fiz essa construção pra usar a palavra quiçá, que é uma palavra engraçada, quiçá a mais engraçada de todas). Confiram agora as histórias que as doutoras Macha Lenta, Risadinha e Sorriso, junto dos doutores Gravatinha, Vagalume e eu, o Tchan, vivemos e ouvimos. Senta que lá vem história:

Voltando ali no quiçá (eu adorei mesmo esta palavra) e no engraçado eu queria dizer que a palavra chave do domingão, 26/11, foi felicidade. Não fez nenhum sentido nada disso que eu disse, mas quem disse que pra ser feliz precisa fazer sentido? 

Vejam, por exemplo, a Lavínia, que dá nomes totalmente sem sentido para suas bonecas: Maria Fedida e Cascona! Quem quer ter uma boneca fedida, gente? De fedido, na minha vida, já basta o Dr. Pierre – esses franceses não são muito chegados em banho. Enfim, entre Lavínia, Maria Fedida e Cascona, rola um papo que o segredo do crescimento é comer cenoura, mas segundo a Vovó da Lavínia, a abóbora é que é o caminho. Eu mesmo, dentro de todo meu conhecimento culinário aprendi que o que faz crescer é fermento. Então, a gente pode fazer uma mistura de tudo isso e comer pra ver se funciona. Se, pelo menos crescer a barriga, já é um bom sinal. Ou não?

Pode não fazer sentido, mas o Dr. Vagalume encontrou um amigo que diz que é bom ter a barriga grande porque quando você dá aquela segurada no pneu o outro acha que é o cabo de uma arma e já fica ressabiado, sem querer mexer com você. Eu num entendi direito como isso funciona, mas fica o alerta para que nenhum de vocês seja atacado por barrigas ou pneus. Ou qualquer outra coisa que possa ataca-los.

Inclusive na área do ataque, a Dona Amélia ficou animada em, pela primeira vez na vida, aos 80 anos, segurar o Tchan. É verdade! Segurou meu braço e morreu de rir. Disse que ia contar pros netos todos que estava no hospital segurando o Tchan. Ela só não amarrou porque eu precisava seguir as visitas.

Foi nessa de seguir que encontrei uma solução pra grave crise hídrica que assola nossa capital. O Sírio disse que é só colocar ele em cima da barragem pra toda água que tá dentro dele vazar. Ele disse que enche tudo rapidinho. Atenção autoridades, fica a dica!

Por falar em dica, segue valendo a dica aos acompanhantes de que o tratamento ideal para todos os nossos impacientes consiste em muita massagem e cafuné. Lá na UCO a Danielle ganhou uma massagem nas costas do marido e disse que, agora, é exigência pra todos os dias.

Diariamente é o tempo que, desde que nasceu, o seu Lourival é irmão do irmão dele. Ele garantiu pra gente que é. E o irmão confirmou, com a ressalva de que era só desde que o Lourival nasceu, porque, afinal, ele era mais velho e já era irmão de outro irmão deles antes. Eu fiquei meio confuso, mas a Risadinha disse que tava tudo bem e eu acreditei. Pode ser também que eu não tenha explicado direito. Acho que tô com síndrome de Macha Lenta. A convivência faz isso. 

Enfim, entre histórias com e sem sentido. Com cenoura e abóbora. Barragem cheia ou vazia. Segurando e/ou amarrando o Tchan. E sempre com massagem, o mais importante é que foi um domingo cheio de felicidade pra nós, Andarilhos, que recebemos um monte de carinho de 10 felizes amigos na UCO, 10 pequenos sorridentes na UTI infantil, outros 10 contentes piadistas na UTI cirúrgica e mais 50 gargalhantes figuras na enfermaria.
Fez sentido pra você? Pra nós, que saímos cheios de histórias e risadas, o sentido é um só: felicidade!


segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Visita dia 19/11/2017

E aí minha gente! Sentiram minha falta? Quanto tempo que não escrevo um relatório de visita dos Andarilhos do Riso, não é mesmo? Então lá vai mais um!
De início, tenho que confessar que é meio esquisito isso, porque até dá uma preguicinha no começo (relatório, de novo?!) mas depois que se começa a escrever, fazendo um certo esforço para lembrar dos “causos” (e, acreditem, para o Juquinha, esse esforço é ainda maior!), é como se, mentalmente, estivéssemos fazendo a visita novamente. E isso é bom, muito bom, pois consigo sentir de novo toda aquela energia bacana que as doutoras Maravilha, Rapunzel, Rose Marie e Siriguela e os doutores Berinjela e Pisca-Pisca levaram ao IC naquele dia, junto comigo, o Dr Juquinha.
Mas essa visita foi diferente, especial. Não sei o motivo, mas começou quando nos dirigíamos até o quinto andar e uma pergunta não saía da minha cabeça: “O que faz você feliz?” Pois é, talvez eu esteja indo muito a um determinado supermercado... mas essa pergunta não saía da minha cabeça.
Para minha surpresa, no primeiro atendimento, ainda na UTI Cirúrgica, tive a primeira pista para responder a tal pergunta. Lá, eu e a Siri conhecemos a Dona Perpétua que estava confortavelmente acomodada na poltrona e com um sorriso de orelha a orelha. Mas também, qualquer um estaria nesse estado de felicidade, pois ela acabara de receber, há poucos dias, um coração novinho novinho. Tão novo que seu esposo já estava preocupado em como acompanhá-la nessa nova etapa da vida. “Tô frito! Não faço exercício físico nenhum” disse ele... tá nada, seu Esposo, o senhor tá é feito, e Dona Perpétua também!
Mas se o sorriso da família da Dona Perpétua foi somente uma dica, a resposta ainda estava por vir...
Já na enfermaria, houve um momento de reencontro que nos deu mais uma dica. A Maria Cristina recebeu-nos com um super espontâneo “Que bom! Vocês vieram mesmo! Estava esperando por vocês e até pensei que não viessem mais”. Viu só, Maria Cristina, os Andarilhos nunca falham. Livrar-se da gente é uma tarefa impossível! Toda essa alegria em nos ver é porque a Maria Cristina gosta tanto da gente, mas tanto, que de 4 em 4 anos, ela vem ao IC, só pra bater um papo com a gente. Foi assim há 8 anos, há 4 anos e agora (tá parecendo até Copa do Mundo). Pois, tal qual no futebol, quem faz três encontros também pede música aqui nos Andarilhos e ela pediu que cantássemos aquela nossa famosa composição “É preciso saber viver”, lindamente interpretada pelo Dra Siri, o Dr Berinjela e por mim (a modéstia passou longe). Dona Maria, próxima vez que der saudade, convida a gente pra um café, viu? Não precisa necessariamente vir pro IC, OK?
Mesmo com belos reencontros e lindos sorrisos, essas duas dicas ainda não conseguiam responder a tal da pergunta.
Foi quando encontramos a Rafaela, o Francisco e o Milton. A Rafa estava passeando de carrinho pelo corredor e toda vez que o pai dela parava de empurrar, resmungava um pouco chorosa. Quando ela viu o Dr Pisca-Pisca então, começou a chorar com força... rimos todos, menos a Rafa, que queria continuar o tour pelo corredor. Já o Milton reuniu uma porção de familiares e estava uma festa só. Mais sorrisos pra lá, outras risadas pra cá. Deu até pra cronometrar a ida ao banheiro de uma visitante... ela demorou exatos 1 minuto e 47 segundos, pelo jeito foi número 1 mesmo, mas ninguém pagou pra ver. Por fim, o Francisco estava ansioso em ver o jogo do seu time, o Flamengo, contra o time de seu pai, o Corinthians. Estava tão confiante que disse que seu time ia ganhar de 2 x 1. A quantidade de gols do jogo ele errou mas o vencedor foi mesmo o Flamengo. Aí, Siri, acho que alguém vai ganhar mais pirulitos na próxima visita hein?
Pois, depois de todos estes encontros, sorrisos, reencontros, gargalhadas, esperança... a felicidade deve realmente estar nas pequenas coisas, basta sermos atentos para perceber.
E foi assim, encontrando todas as dicas da tal da pergunta, que visitamos 9 pacientes na UTI Cirúrgica, 11 na Coronariana, 10 na Infantil e 47 na enfermaria.
Mas e o raio da pergunta, Dr Juquinha, encontrou uma resposta? Eu acho que, matutando um pouco, encontroei uma resposta possível....
Mas, afinal, o que faz você feliz?
Olha, para vocês eu não sei, mas hoje me dei conta que, para mim, é poder usar este belo nariz! 








domingo, 12 de novembro de 2017

Visita do dia 12.11.2017

Respeitável público dos palhaços mais abestalhados deste Brasil, tudo bão cocês? Neste domingo, mais uma vez, entraram em cena no IC-DF… quem? Quem? Quem? Preparem-se… NÓS, os ANDARILHOS DO RISO! Por essa vocês não esperavam, não é mesmo? 

Já estamos no mês de novembro, meus caros. Vocês viram o ano passar? Olha… porque eu não vi, estou até agora pulando carnaval e tentando acabar com os ovos de páscoa congelados de freezer.

Bem… vamos ao que interessa que eu sei que vocês estão com pressa. 
Começamos a visita com uma bela oração feita pelo doutor Gravatinha e seguimos nosso rumo.

Falando em doutor Gravatinha, já começo este rela avisando que GRAVATINHA SE TORNOU UM HOMEM SÉRIO FINALMENTE: CASOU-SE!!! O matrimônio teve direito à aliança de papel, buquê de uma única rosa branca e juiz de (tirar a) paz, doutor Tchan. A (in)felizarda? A jovem idosa dona Adir, que disse que estava querendo mesmo aquietar o fogo (tanto que o ar condicionado do quarto estava um gelo só). Mas essa decisão não durou muito, pois o Gravata pediu para ela prometer não chifrá-lo nem uma vez. Ela disse que não tinha problema, promessa feita… não iria chifrá-lo uma vez, mas pelo menos umas quatro. Adir.. Adir.. 

No meio de nossa andança, demos de cara com dona Gilda, que estava visitando seu José. Ela é mãe da noiva do filho do seu José. Deu pra entender? Isso faria dela sua co-sogra? Co-cunhada? Colega? Não sei. Doutora Macha Lenta achou dona Gilda bonitona e falou que ela era “top, capa de revista”. Não deu 5 segundos, MCGilda estava mandando um quadradinho de 4/8. O quadradinho de 8 fica para a próxima. Aguardemos. 

Em seguida, encontramos seu Valdivino. O homem disse que quando era jovem “chovia muito lá em casa”. As filhas perguntaram o que exatamente significava “chover” mas, ele desconversou: “agora só sobraram as poças, minhas filhas”. Entendi nada. 

Visitamos também Josué e Magaly. Os dois estão ficando há 42 anos, mas não querem se casar ainda. Pra que pressa, né? Ainda não deu tempo de ter certeza que vai dar certo o relacionamento. Pra que correr se andando eu chego? 

Depois, conversamos com dona Maria, esposa do seu Lindomar. Segundo ela, “casamento é um amor de rosas e espinhos, quando der problema, chama no ‘estreito’ que no dia seguinte os dois acordam só assoviando Amado Batista”. Coisa linda que é o amor, viu, gente?!! 

Batemos um papo também com uma moça que tinha um filho recém nascido… de um ano de idade. Às vezes o tempo passa diferente para algumas pessoas. Como eu disse lá no começo, já é novembro e eu ainda estou comendo ovos de gelo… digo… de páscoa. 

Por fim…. 

Na “andarilhada” de hoje, encontramos 10 pequenos na UTI Pediátrica; 10 grandinhos na UTI Coronariana; 8 queridos na UTI Cirúrgica; e 47 amigos na Enfermaria.

Estavam presentes as doutoras ‘Macha’ Lenta, Rapunzel (eu!) e Risadinha, assim como os doutores Gravatinha, Juquinha e Tchan. Nos vemos domingo que vem, companheiros de aventuras. 

Um beijo sabor galinhada com pequi. 
Dra. Rapunzel. <3 nbsp="" p="">

Visita do dia 05.11.2017



E hoje teeeeeem palhaçada????? Tem SIM, senhoooooooor!! Porque domingo é dia de queeeeee? ANDARILHOS DO RISO no IC!! 

Iniciamos nossa jornada pontualmente às 15h com uma abençoada oração do Dr. Vagalume e partimos então em busca do sorriso de 10 pequeninos na UTI pediátrica, 8 pacientes na UCO, 6 na UTI cirúrgica e 48 impacientes na enfermaria. 

Nesse domingo, muitos pequenos estavam curtindo o friozinho é só queriam saber de tirar o soninho da beleza, porém a Leticia, a Helena e os Davi (s), com os olhos bem abertos e atentos, esperavam ansiosos pela passagem do Dr. Berinjela e da Dra. Maravilha!  

Já na enfermaria a cantoria foi animada, viu???? Ao som do rit mais pedido do IC, o famoso “... é o amooooooor, que mexe com minha cabeça e me deixa assim...” Dona Iris e sua acompanhante falaram que só faltou o pé de frango! Problema resolvido, pois não só demos um pé para ela segurar, mas um frango inteiro: a nossa querida e amarela filó! Rs! 

Nesse mesmo embalo teve declaração de amor de seu José para sua esposa que espera a Gabriele, primeira filha do casal. 💗

Encontramos o Sr. Agnes que veio de Catalão e já nos alertou: cuidado com o povo de Catalão! Eles têm fala mansa, cara de calminhos, mas pensa em um pessoal bravo? Será mesmo? Ainda bem que só tem doutor corajoso por aqui! 

Estivemos também com a celebridade de Planaltina, dona Maria de Souza! Segundo relatos, ela está fazendo muita falta na sua comunidade durante sua estadia no IC, isso porque ela é muito querida e muito famosa principalmente por seu charme e elegância. 

Por fim, para fechar essa tarde cheia de amor, teve encontro coletivo com os pequeninos no corredor: a Lavínia e o Bryan queriam mais mágicas para fazerem aparecer mais pirulitos! E animação é claro, não faltou!! Finalizamos nossa visita com muita música e muitos sorrisos! Uma verdadeira festa! 

Estavam fazendo graça: Dr. Berinjela, Dra. Fofuxa, Dra. Jurema, Dra. Maravilha, Dr. Rose Marie e Dr. Vagalume. 
Por hoje é só pessoal!! Até o próximo domingo! 
Uma semana MARAVILHOSA para todos nós! 

Dra. Maravilha 

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Visita do dia 29.10.2017

Atenção galera, domingo é dia de quê, de quê? Dos palhações mais bonitos do Brasil é claro.

Iniciamos nossa visita às 15h e logo nos deparamos com fila enorme na recepção, não, não era distribuição de dinheiro, estavam todos ali para verem os Andarilhos mesmo!

Encontramos a Angélica, e cansada dessa vida de táxi, resolveu seguir os passos de sua rival e ficou encantada com a música “ILARIÊ”.

Na enfermaria, topamos com o senhor Álvaro que por mais que negasse, acabou confessando que tem alguns milhões escondidos no guarda-roupa, que banco é coisa do passado, será mesmo, minha gente?

E por falar em dinheiro, banco, cálculos, vimos o João Paulo, uma cara pra lá de inteligente. Ele é tão apaixonado por matemática que quando voltou do efeito da anestesia só pensava em números, contas, fórmulas. Inclusive, João, tenho uns trabalhos aqui que estão difíceis, me dá uma ajuda?

Conhecemos o Mateus, um carinha de meio metro de altura, mas que com seus cabelos penteados para trás pela mamãe, arranca suspiros por onde passa. 

E por falar em sedução, aprendemos algumas lições com a Dona Maria. Ela é especialista em cantar pneu, mas não é do jeito que vocês estão pensando não. Ela guarda um pedaço de pneu em casa e caso o marido não ande na linha o pneu canta pra ele, e ela possui um lema que é assim: “Escreveu, não leu, o pneu comeu.” E ela garante que o marido é tão amoroso que o pneu nunca foi usado, ufaa né?!

Aaah, o amor estava solto pelos corredores do IC também. Doutor Gravata estava só o romantismo esse domingo, inclusive fez questão de abençoar um noivado, a noiva ficou pulando de alegria, agora o noivo já não sabemos... mas queremos ser convidados para o casamento, não esqueçam de mandar o convite e se der mandem um para a Dona Francisca também, uma apaixonada por coxinha e bolo e que fez cara de desconfiada quando contamos que o pirulito que nós demos tinha gosto de coxinha, que isso Dona Francisca, pode confiar.

E assim encerramos mais um domingo com muita alegria e amor, tivemos:
11 xuxus na UTI Coronariana
10 docinhos na UTI pediátrica
9 lindezas na UTI Cirúrgica
55 belezuras na enfermaria

E os causadores de enormes filas na recepção, os mais lindos e modestos, Doutoras Risadinha, Marcha Lenta e Sorriso; Doutores Gravatinha e Pisca-Pisca e essa que vos fala Doutora Jurema. 

Um beijo grande e até a próxima!!!

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Visita do dia 22/10/2017




Dia de prosear, rir e distrair!!! É dia de Andarilhos do Riso nos corredores do IC-DF.

E para animar toda essa bagunça, estavam o Dr Berinjela, Dr Vagalume, Dra Fofuxa, Dra Siriguela e a Dra Rosa Marrie, 8 pequeninos da UTI Pediátrica, 8 queridos da UTI Cirúrgica e 9 da UTI Coronariana. Eita, ainda teve mais animação com o pessoal da enfermaria, 56 queridos, totalizando 81 queridos queridíssimos pacientes!
E o domingo foi especial proseando sobre o amor, o Senhor Francisco, todo elegante nos contou sobre como é feliz no casamento e quando tentamos bem discretamente descobrir a receita, a esposa nem respirou para falar: ”É porque o trem é bom demais”. Juro, foi desse jeitinho.



Ai, logo em seguida conhecemos o José de Arimatéia que nos contou de sua dedicação afetuosa e comprometida para cuidar de seu paizinho de 93 anos. Foi muita, muita emoção ao ouvi-lo!

E depois, conhecemos uma família para lá de comédia. O filho e a irmã tentavam de toda forma cuidar da Sra Fatima com massagem, carinho, salada de frutas, mas ela parecia não querer muito.  Vira e mexe dava uma desculpa engraçada. Mas, mesmo assim a família com um jeitinho animado e descontraído conquistava o seu coração e ela acabava cedendo. Rimos demais com eles!!! rsrsrsrsrs

E ainda tem mais, adentrando em um quarto cheio de mulheres proseando, já falamos logo: “Essa prosa parece tá boa demais! Estamos curiosas! E já foram logo contando que era sobre os maridos. E aí, a gente, é claro, pensou: “Ixe, a orelha deles devem estar pegando fogo. Isso não é nada bom”. O problema é que a gente se enganou feio. Começaram a contar que os maridos eram cozinheiros tipo master chef e cuidavam das tarefas de casa com excelência. Isso mesmo, lavar, passar, varrer. Ficamos boquiabertas e morrendo de inveja. Até perguntamos onde a gente poderia encontrar um assim, mas não quiseram revelar de jeito nenhum. Contaram até que o marido da Dona Sonia é todo carinhoso: faz massagem, cafuné e ainda dá comida na boca com toda atenção e amorosidade. Dá para acreditar?

Isso sem contar no tantão de mágica que os Drs Beringela e Vagalume fizeram no corredor da enfermaria.... Ficou todo mundo querendo descobrir os segredos das mágicas, mas ninguém descobriu não!!! rsrsrsrsrsrss

Assim, foi um pouquititinho do nosso domingo cheio de histórias de amor.


Abraços

Dra Rosa Marrie

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Visita dia 15/10/2017


Oláaaaa, meu povo!
Que saudade docêis. Tudo certo por ai? Aqui no IC-DF só alegria. Pensa num povo animado, rapazz... 
Contar procês da nossa visita de hoje... Logo de cara descobrimos um segredão do Senhor Segurança, ele fica prendendo o vento do segundo andar, fica de mansinho encostado na parede pra espantar o calorão, recebendo o ar que vem do povo do segundo andar, só não me perguntede onde vem esse vento, temo pelas origens do mesmo....
Na UTI pediátrica visitamos 10 anjinhos, e lá conhecemos a princesa Helena, com apenas 4 meses, é uma alegria só, pulava tanto e mexia com os bracinhos que achávamos que fosse levantar da cama e sair correndo por ali...
Chegando na UTI coronariana reencontramos 10 amigos, mas hoje Seu  Carlos tava pra lá de assanhado, com a memória tinindo, nos contou todos os dados da filha, nome, CPF, endereço, mas na hora de passar os dados da conta bancária se recusou a nos dizer, é mole?! Ele tava todo metido também, porque tava com uma tatuagem nova na barriga, as enfermeiras fazem fila pra tatuar o nome na barriga dele.
Passamos também pela UTI cirúrgica, e lá tivemos uma notícia que alegrou completamente nosso dia, ficamos sabendo em primeira mão que haviam acabado de arranjar um coração novinho pro seu Chiquinho, e não é qualquer coração não, um coração mineirinho e ele que já é mineiro, diz que não larga o “uai” de jeito nenhum.
Logo depois, visitamos nossos 56 amigos da enfermaria, e lá rendemos papo viu, uma galera super animada e alto astral. Imaginem , eu  (Dra Risadinha) e Doutora Macha Lenta fomos eleitas doutoras mais bonitas do que a miss Brasília, isso tudo soubemos por Seu Edvar, que aliás  mandou avisar que continua irresistível...
Mas como nem tudo são flores, Seu Agenor reclamou do estilista do hospital, disse que há 80 anos, sempre andou alinhado com camisa social de manga cumprida, e agora o povo vem com essa moda de manga curta, ele disse que essas camisas não são tendências da última estação, e que disse ele entende.
Seu Zé, que já tem 80 anos de estrada, disse também que já ta bem entediado, e ta querendo mesmo é mudar de nome, pra esses nome bem xique e difícil, tipo Handerclesman ou Josephraddison.
Ahhh encontramos Aninha na enfermaria também, que está brincando de um novo jogo la no hospital um tal de faz e desfaz, um jogo bem complexo que só ela sabe jogar... Mas o mais interessante, é que Aninha, além de muito linda e sorridente, já fez tudo quanto é tipo de exame que vocês possam imaginar endoscopia, broncoscopia, enfim tudo que termina com pia, daí diagnosticamos o trauma dela, por isso ela odeia galinha, porque galinha pia...
Falando em galinha gente, na saída do hospital, encontramos vários parentes da Filó, a galinha de estimação do Doutor Vagalume. Estavam todos passeando pela portaria do hospital, mas acho que não por muitotempo, já que o povo de lá, adora um galo com pequi...
Então é isso pessoar, nós Andarilhos do Riso amamos cada vez mais, cada domingo que passamos com vocês. 
Hoje estivemos presentes: eu (Risadinha), Dra Macha Lenta, Dra Fofuxa e Doutor Pisca Pisca.
Tenham uma excelente semana e que Papai do céu guie o caminho de vocês!!!
Beijinhos com goiabada! 
Dra. Risadinha 

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Dia Das Crianças 2017


E a tarde foi só das crianças no IC-DF!
Os queridos doutores palhaços Dra Amora, Sr Berinjela e Dr Vagalume fizeram uma surpresa e foram levar umas lembrancinhas para os lindos pacientes mirins! Surpresa porque hoje não é domingo!
Foi uma linda e alegre tarde com esses pequenos guerreiros, com a mensagem que não devemos nunca deixar de sonhar como uma criança.


"Crianças deixam o coração mais forte, a casa mais barulhenta, a mãe mais sonolenta. A poupança menor, a noite maior. As roupas mais batidas, a tristeza mais contida, a família mais agradecida. O carro mais sujo, a sala mais bagunçada, a vida tão abençoada. A gratidão mais clara de ver, a oração mais fácil de crer, o caminho mais bonito a percorrer. O futuro melhor para sonhar, e a alma... A alma muito maior para amar." ❤

Feliz dia das crianças!

Um grande beijo dos Andarilhos do Riso

domingo, 8 de outubro de 2017

Visita do dia 08/10/2017



Chegou a rádio patroa para atualizar quem não viu a passagem sensacional dos Andarilhos do Riso pelos andares do ICDF.

E hoje foi dia de escala cheia, contando com a presença dos ilustríssimos Drs e Dras Berinjela, Fofuxa, Juquinha, Maravilha, Mindinha, Rosa Marrie, Sorriso, Vagalume, e da brilhantíssima, talentosíssima, amabilíssima Dra Siriguela, que a casa retorna após um descanso merecido.

Para aproveitar esse domingo conosco, estavam presentes 10 pequeninos na UTI infantil, 8 recauchutados na UTI cirúrgica e 10 corações amorosos na UTI coronariana. Encontramos também a enfermaria cheia, com 58 bonitos curtindo os cuidados de SPA.

Já desembarcamos nos quintos aproveitando a feira do rolo, do tanto de amostra de celulares para vendas naquele lugar. E como é feira, estava lá todas as primas de Aninha, fazendo confusão na entrada e atrapalhando o trânsito dos carrinhos das Donas Limpezas.

E que engarrafamento de carrinhos! Estava tendo comitiva no sexto andar, mas o Dr Vagalume, que trabalha no Detran nas horas vagas, não perdoou quem não achou vaga para estacionar e acabou parando ao longo do meio fio. Tinha até gente na contramão, vê se pode? O doutor deixou todo mundo com advertência, para não virar moda.

Mas sim, como dizia, as primas de Aninha estavam lá para ensinar a gente sobre árvore genealógica. Acontece que Aninha é prima da sua nova prima-irmã, uma vez que sua prima, que é prima da sua mãe, num gesto de muito amor e generosidade, doou-lhe um rim. Assim, a prima da prima da sua mãe, que é tia-avó da sua prima-irmã, junto com sua prima, que é tia bisa-avó de Aninha, estava lá para visitar a primaiada toda. Não entendeu muito bem? Nem a gente.
Encontramos também com Camille, uma menininha super talentosa que está passando as férias do Cirque du Soleil, onde faz mágica, lá no nosso IC. E, claro, Dr Berinjela precisou ir vê-la para aprender a fazer mágica de verdade, vez que aqueles truques que ele faz desde que vovó ainda era moça não enganam mais ninguém.

E, como é de rotina todo domingo, aprendemos várias dicas de como conquistar a pessoa amada, primeiramente com a Dona Lau e seu esposo, que foi herói na sua vida há 25 anos, quando à primeira vista, conheceu Lauzita em momento que ela mais precisava: seu carro dera pane no dia da formatura, indo seu José salvar a sua noite. Infelizmente, porém felizmente, quando o carro decidiu funcionar Dona Lau não tinha mais ânimo para ir para a dita formatura, mas em troca ganhou uma noite toda de conversa com seu José, até o sol nascer.

Aprendemos que essa coisa de carro pode dar certo para muita gente, já que Neuzinha estava lá com o maridão e nos contou que o conheceu quando estava a caminho da rodoviária. Ele, que estava de carro, disse que a viu na calçada e foi amor à primeira vista. Como não é bobo, na mesma hora ofereceu carona, mas Neuza não quis carona de desconhecido. Você acha que ele se deu por vencido? Claro que não! O maridão decidiu parar o carro ali mesmo onde estava e acompanhar a caminhada de Neuzinha. E olha que já são 14 anos de trouxa junta.
Falando em trouxa, o pobre do Juquinha foi expulso de casa ontem, porque ninguém tava aguentando a bagunça que ele faz na casa, e hoje estava de mala e cuia no hospital, procurando uma cama para revezar. Nos compadecemos e conseguimos um espacinho no quarto do Seu Castro, mais generoso que coração de mãe, para recebê-lo.

No fim, curtimos a paisagem do hospital: o pôr-do-soldando no mar de Brasília, lindo de se ver. E assim prosseguimos, até o próximo domingo, no mesmo horário e com as mesmas piadas (né, Undemberg? Todos de Anápolis).

Abraços fofos!
Dra. Fofuxa