• Título


    Tudo que aconteceu em nossas visitas dominicais











  • Título


    Um dedo de prosa sobre nossa história











  • Título


    Galeria dos Doutores mais bonitos do Brasil











  • Título


    Divulgação, contato e apoio







terça-feira, 21 de maio de 2013

Visita do dia 19/05/13

Pacientes e impacientes do IC-DF. Como descansam? Quantas vezes comem? Quem os visita? O que fazem nas horas vagas entre as refeições e os cochilos? Todo domingo, no Andarilhos Repórter.

Mais um domingo e mais certo do que o Faustão cortando os entrevistados no seu programa é a visita dos Andarilhos do Riso! Depois de uma oração do Dr. Cenoura fomos ganhar nosso ganha pão. Afinal, a cada paciente que a gente convence a deixar a mordomia do IC e ir pra casa ganhamos 1 centavo! 

O pessoal está tão preocupado com a seca começando a atacar em Brasília que quiseram ajudar a umidificar o ar. A Dona Vitória mesmo, não se aguentou quando nos despedimos e abriu a torneirinha dos olhos, desejando que o mundo tivesse mais doutores como a gente e que a gente continue fazendo o nosso trabalho. Ô Dona Vitória, todo domingo estamos firmes e fortes e a família sempre aumentando!

E o Sr. Bepine que usou e abusou do seu charme italiano e foi só elogios para nossa Dra. Morango? Isso até ele descobrir que o nariz vermelho da doutora é só uma prótese pra tampar o nariz torto que fica embaixo. Desculpa ai doutora, mas não me contive e contei seu segredo.

Logo depois encontramos a Dona Joselita, a futura astronauta brasileira! Na verdade ela se inscreveu no programa de treinamento pra ir pra Lua só pra fugir dos filhos, mas não contem pra eles hein?

E não é que ao entrar em um dos quartos esse doutor que os escreve quase teve um enfarto de alegria? Visitamos o Maurício de Souza! Sim! O criador da Turma da Mônica, que sempre fui fã. Maurício estava fugindo dos fãs, disse que tentou ir pro Caribe, mas até lá encontraram ele, ai resolveu passar uma temporada no IC.





A UTI que parecia que estava em contato direto com a natureza. O seu Araguaia, que já tem nome de rio famoso, deu uma lição pros nossos doutores de como amar a natureza e aprender a respeitar o meio ambiente. E não é que logo pertinho dele tinha um pinguim internado? Na verdade descobrimos depois que era uma esquimó que veio lá do Polo Norte só pra conhecer a gente.

E tem gente que não quer largar a mordomia mesmo. A gente ficou sabendo de paciente que inventou que ainda não estava se sentindo bem, só pra aproveitar de tanto carinho e ver a gente mais uma vez. Acredita que até disseram que a “DiAnápolis” estava alterada? Duvido falar isso na hora que vê os deliciosos pirulitos de jiló com maxixe nos bolsos dos nossos jalecos. E teve até o caso da filha da Dona Helena, que convenceu o médico a deixar a mãe internada mais uns dias só pra poder roubar a pêra do lanche da mãe.

Agora quem quer logo ir pra casa é seu Ademir. Ele nos contou que está morrendo de saudades do seu cachorro, que é tão bravo e tão grande que tem essa placa no portão de casa:

Inclusive ele disse que o pé-de-pano, seu cachorrinho, é quem está cuidando de casa, afastando os “esquenta fronhas” (Palavras do seu Ademir!)

Depois de 45 visitas na enfermaria, e uma sucessão de 8 pacientes em cada uma das 3 alas da UTI (alguém jogou no jogo do bicho?), encerramos a nossa visita. A gente espera que semana que vem os pacientes dessa visita já estejam em casa e, caso ainda estejam no IC recebam mais uma vez a gente de braços abertos!


Essa semana, estiveram presentes as lindas doutoras Barbarela e Morango, os simpáticos doutores Cenoura, Paçoca, Rapadura e Vagalume, além de mim, o mestre na arte do sumiço, doutor Wally.

Fui e me procurem novamente nos próximos domingos!