• Título


    Tudo que aconteceu em nossas visitas dominicais











  • Título


    Um dedo de prosa sobre nossa história











  • Título


    Galeria dos Doutores mais bonitos do Brasil











  • Título


    Divulgação, contato e apoio







segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Visita do dia 02.12.12


“Durinho, molinho, durinho, molinho...”
Foi nesse passinho inusitado, chamado também de dança do Roberto Carlos ou do “ponto e vírgula” que iniciamos a visita desse domingo, super animada e cheia de participações especiais, tivemos desde o próprio rei Roberto Carlos ensinando sua dancinha até um grande paciente que fez a gente aparecer na TV Grobo! Manhêeee! Óia nois na TV!
A UTI cirúrgica estava que era só alegria e animação! Logo de cara tivemos três pacientes que arrasaram nas performances: uma homenageou o dia do samba mostrando que foi rainha da bateria da Mangueira, a outra fez a dança da mãozinha enquanto a terceira mostrou que vai pro The Voice assim que receber alta.
E a animação continuou! A Maria da Graça, que estava chiquérrima, toda maquiada e usando vestido longo, pegou os doutores de surpresa ao dizer que adora dançar um Funk com os netos. Ai fizemos a festa, foi um tal de balança a bundinha pra cá, chão chão chão pra lá, o IC por um momento virou ICP - Instituto Caxtelo dax Pedrax.
Assim que chegamos à UTI coronária conhecemos o Seu Francisco, que também gosta tanto de música não desgruda do seu radinho nem pra dormir. O Seu Antônio nos ensinou um pecado que a gente nem sabia que existia: Glutonaria (duvida? Procura no Google!), e disse que mentir também era pecado, então já foi falando que a gente não cantava muito bem, pra compensar disse que Dra. Barbarela e Dra. Bochecha pareciam ter 14 anos! Ô Seu Antônio, qual a parte do mentir é pecado o senhor não entendeu?
E o nipônico Roberto, que não queria comer?! Logo a enfermeira nos deu uma missão: fazê-lo comer a qualquer custo. Fizemos um esforço danado pra desafinar e repetimos “Comer comer, comer comer, é o melhor para poder crescer!” até ele jurar que ia comer um lanchinho. E assim, cantando, ainda descobrimos que Dra. Barbarela não comeu muito quando era criança... Logo Dona Rosa, que estava ali pertinho, tratou de rebatizar a Doutora de Pirunguinha e Carrapatinha, pela sua miudeza. E ai que adoramos o nome e fomos acusados pela Doutora de praticar “bule”.
Falando em bule, tinha bule pra todo lado no IC com um tal chá milagroso rejuvenescedor. Só não entendemos muito bem porque só os homens tinham esse bule, enquanto que para as mulheres o chá vinha numa vasilha. Alguém pode me explicar?
Na enfermaria tivemos um encontro de Domingos. Em um domingo, visitamos o Seu Domingos, cantando Dia de Domingo na companhia do seu colega de quarto João Dias, que na verdade já era João Tardes e que logo logo seria João Noites.
A Dona Marli que não teve como esconder da gente o seu gosto por uma cervejinha, evidente até no pé e disse que se tiver acompanhada de um bom samba então, ai que fica bom! Tanto é que falou que só vai embora do IC quando a família prometer uma festa de boas vindas com Fundo de Quintal e Zeca Pagodinho.
Outro que estava por lá era o ACM, tão solidário que distribuiu chocolates para os doutores e contou que pagou para o neto R$ 2.000 na compra de dois dos seus brinquedos. Pena que ele não quis comprar nossos pirulitos lambidos, íamos ficar ricos!
O dia foi também de grandes revelações! Descobrimos em primeira mão que Gusttavo Lima está passando por uma grande crise de identidade! O moço do Tche tcherere tche tche não sabe se é enfermeiro, Andarilho desgarrado da família ou cantor. No final das contas famosos estamos nós, já que ele até pediu pra tirar uma foto com a gente, olha ele ai agachadinho.
Falando em crise de identidade, o grande Dr. Paçoca parece que não sabe mais quem é. Era Paçoca no crachá e Pipoca no jaleco. Um dos pacientes foi logo avisando que não tinha pra onde correr, era Paçoca e pronto, porque era “gostosinho e achatadinho”.
Outra grande revelação foi feita na frente da Dona Tereza e da Dona “Moça Solteira”: a Dra. Siri apresentou para o grupo a Maria de Fátima. Apresentou é modo de dizer, já que não chegamos a conhecer pessoalmente (Ufa!), Siri apenas nos contou histórias e descobrimos que a Fatinha era o motivo de tanto calorão que a Doutora estava sentindo.
Entre os pequetuxos da UTI infantil visitamos a nova promessa das passarelas do Brasil e do mundo, Lavínia Shciriewjsokjfnvic (não gente, esse não é o nome verdadeiro dela, é só artístico), que estava descansando a beleza para substituir Gisele Bündchen. Tivemos também uma pequetuxinha que chorava e esperneava pedindo que os Andarilhos fossem logo pro seu quarto e foi só a gente chegar que ela ficou calminha, ouvindo a nossa cantoria.
E o mais ilustre paciente foi o grande Lucas Bittencourt! Brasília inteira acompanhou a luta da família dele por uma cirurgia para colocação de um marca-passo, realizada com sucesso pela equipe do IC! O guerreiro brasiliense estava tirando uma sonequinha que acabou contagiando todos os doutores e fomos flagrados pelo paizão coruja, que registrou e logo tratou também de mostrar pra Brasília inteira que pegou a gente no flagra! Olha ai ele mostrando que a gente dormiu em serviço: http://g1.globo.com/videos/distrito-federal/dftv-1edicao/t/edicoes/v/menino-operado-no-df-se-recupera-bem-e-previsao-de-alta-e-antecipada/2273652/ )

Assim, fechamos o dia mais famosos, lindos, sorridentes e desafinados, visitando 7 pequetuxos na UTI infantil, 5 na UTI coronária, 7 festeiros na UTI cirúrgica e 44 risonhos na enfermaria.
Bateram ponto nessa visita: Dra. Sensação, Dra. Siri, Dr. Rapadura, Dra. Groselha, Dr. Paçoca, Dra. Bochechas, Dra. Barbarela e Estagiários Marcelo, Aninha e eu, recém-batizado Dr. Wally!