• Título


    Tudo que aconteceu em nossas visitas dominicais











  • Título


    Um dedo de prosa sobre nossa história











  • Título


    Galeria dos Doutores mais bonitos do Brasil











  • Título


    Divulgação, contato e apoio







domingo, 15 de julho de 2012

Visita do dia 15/07/2012

Oi Galerinha!

Estou aqui para relatar o que nos aconteceu em mais uma visita ao HC. Com a ajuda da Dra. Bochecha, Dra. Panqueca, Dra. Fadinha e Dr. Paçoca.


Mas antes de mais nada, parabenizar aos homens, é isso ai, aos HOMENS, feliz dia internacional dos homens. tá bom, eu sei, poucas pessoas sabem dessa data, mas desde 1999 ela foi implantada no Brasil pelo Dr. Jerome Teelucksingh em Trinidad e Tobago, apoiado pela Organização das Nações Unidas (ONU), e diversos grupos de defesa dos direitos masculinos no mundo inteiro.

Acho que as UTI´s combinaram, tinham 10 pacientes em cada uma (coronariana, cirúrgica e pediátrica), em cada uma tinha um paciente mais animado do que o outro, em uma delas tinha até um paciente que queria cantar todas as músicas que o Dr. Paçoca tocava, ele quase entrou no grupo como cantor oficial.

Na enfermariam eram 42 pacientes, grande parte passou o domingo lá apenas para nos ver, pois ganharam alta na segunda. Viu como somos muito prestigiados?!?!
O seu José é uma paraense que mora aqui em Brasília desde 76, mas sempre fica no Pará, ele é quase onipresente.
A dona Maria José era a Penélope Charmosa, estava toda de rosa, tinha dois celulares rosa, uma toalha rosa e o quarto que ela tava também era rosa, linda!
A Maria Carolina, uma senhora de 78 anos estava pura alegria com sua filha e neta, uma gracinha ela.
O seu Oswaldo, carioca da gema, só falava xiando, ele mora na Cidade "Exxxtrututal".
Agora vejam só o que um paciente nos informou, ele disse que durante o mês ele deixa 10 dias o cartão de credito com a mulher, 10 dias com uma filha e 10 dias com a outra filha. A Dra. Buchecha adorou a idéia. Já pensou se a moda pega, rs...
De acordo com outro paciente se algum dia perdermos o emprego podemos usar nossas roupas dentro dos ônibus, alem de conseguir uma graninha afastamos os malas do ônibus, ele viu uma reportagem que quando tem alguem trabalhando, como vendedor ou fazendo algum tipo de apresentação o número de pessoas "malas" diminui. É bom saber disso, ganhamos dinheiro e ajudamos a manter a ordem dentro dos ônibus. Alguem se anima?!?!

Bom é isso, esse foi mais um relatorio de nossas visitas.

Um grande beijo... Dra. Morango!